Nossa Água


Origem, utilizações, ameaças

A água é fonte de vida, razão da existência de plantas, animais edo Homem na face da  Terra. Sem ela nosso planeta seria deserto, comoMarte, Vênus; como a Lua, por exemplo.

Mas de onde ela vem? A água não é algo que se cria. Existe emvolume semelhante desde a formação da Terra, o que teria acontecido há 4,5bilhões de anos. Apenas passa por constantes modificações, no que se chamaCiclo da Água.

A ação do sol dá partida a este ciclo, aquecendo a água dos mares,lagos, rios, causando evaporação. O vapor sobe para a atmosfera, levado pelosventos, encontra temperaturas mais baixas que unem as partículas de água,formando as nuvens.

 

Água no Planeta

A água doce é utilizada para inúmeros fins. Um deles é o consumohumano. Mas, como na Natureza a água geralmente é infectada por bactérias oumicróbios, que têm origem com a decomposição de matérias orgânicas (folhas deárvores, por exemplo) e, principalmente, pela poluição provocada pelo própriohomem, é preciso que a água passe por um processo de purificação. Isto é feitonas Estações de Tratamento de Água (ETAs).

 

 

Água potável

Purificar a água é um processo caro, que inicia com a adição desulfato de alumínio quando a água bruta entra na estação de tratamento. Estasubstância química faz com que as impurezas contidas na água se unam, o que échamado de coagulação.

Esta água segue por uma calha e entra no floculador, onde éagitada lentamente para que as partículas aumentem, formando flocos. A etapaseguinte é a decantação, em grandes tanques, onde os flocos, por serem maispesados do que a água, afundam, ficando ali depositados.

A água continua seu caminho nesse processo de limpeza. Já melhoroubastante desde que chegou à estação. Mas ainda há algumas impurezas e, porisso, passará por um filtro com carvão mineral, camadas de areia e outras deseixos, com granulações diversas. Pronto, a água está limpa. Mas o trabalhoainda não concluiu, falta a desinfecção. É o momento de adicionar Hipoclorito deSódio (cloro), cloro gasoso ou Dióxido de Cloro, produtos que têm a função demanter a água livre de bactérias e microorganismos até sair pela torneira nacasa do consumidor. A água recebe ainda Fluossilicato de Sódio ou ÁcidoFluossilícico (o flúor, que ajudará a proteger os dentes das cáries) e CalHidratada ou barrilha, que tem a função de corrigir a acidez (pH) da água.

Agora sim, a água pode ser bebida ou usada para cozer alimentossem risco de se contrair uma das chamadas doenças de veiculação hídricas, comohepatite, poliomielite, febre tifóide, gastroenterite, esquistossomose ecólera, entre outras.

 

Usos da Água

Uso bem maior de água, no entanto, é feito pela agricultura. Airrigação das plantações e a criação dos animais consomem 70% da água potável.Na indústria, a água é empregada para gerar vapor, limpar e resfriarequipamentos e como matéria-prima. Outros empregos da água são para a geraçãode energia, o transporte e lazer. Sem pensar no futuro, o homem despeja lixonas margens de rios e ribeirões; as águas da chuva terminam carregando para oscursos d'água os pesticidas aplicados nas lavouras.

Nas cidades, o lixo abandonado na rua, em terrenos baldios,termina sendo arrastado pelas águas de chuvas torrenciais (enxurradas),entupindo tubulações e poluindo ribeirões. Sem contar, claro, com os despejosdos esgotos domésticos. Este tipo de poluição é evitada com a instalação deredes coletoras e Estação de Tratamento de Esgotos (ETE).

Indústrias igualmente contribuem para poluir rios, ribeirões, mares.Por não valorizar a água, utilizam e a despejam de volta com muitos resíduospoluentes.

Felizmente, isso vem mudando e há empresas que já se preocupam emlimpar seus efluentes em estações de tratamento, reaproveitando a água oulançando-a nos ribeirões, livre de poluentes.

 

 

Ameaças à Água

O Homem, de modo geral, ainda não se conscientizou da importânciaem preservar as fontes de água. Uma preocupação tão antiga quanto o ImpérioRomano. Naquela época havia uma lei que obrigava o povo a cuidar bem dasnascentes e dos canais, condenando severamente os que colocassem em risco asreservas de água ou desviassem seus cursos.

De lá para cá o mundo cresceu muito e também as fontes poluidoras.Há 2000 anos a população era apenas 3% do que é hoje; a partir de 1950 oconsumo mundial triplicou e o consumo médio por habitante foi ampliado em 50%,mas a água disponível é a mesma. Apesar disso, o Homem continua praticando atosque contribuem para reduzir o volume e a qualidade de água no planeta, como osdesmatamentos - especialmente da chamada mata ciliar, aquela que protegemargens de rios e ribeirões. O corte da vegetação provoca o desbarrancamentodas margens, que é um processo de erosão.

A terra e areia deslocadas vão parar no leito do rio, o que sechama de assoreamento, diminuindo sua profundidade, prejudicando o equilíbrionatural da vida ao seu redor.

 

É preciso preservar

A água é um bem natural que pertence a todos nós. É um bem que nãopode faltar, pois significa vida e, quando limpa, livre de poluição, é saúde. Aágua é importante para o desenvolvimento do país e é um bem que não se renova.É escasso para a maioria da população e, se as fontes, os mananciais, não forempreservados, corremos o risco de ver a água acabar.

Sujar rios, lagoas e nascentes, assim como fazer desmatamentos,barragens ou furar poços em lugares não autorizados, são atitudes quecomprometem a qualidade da água. A água é um produto nobre, especialmentequando tratada, e por isso deve ser usada de forma racional.

 

Declaração Universal dos Direitos da Água

A “Declaração Universal dos Direitos da Água” foi redigida pelaONU em 22 de março de 1992. O texto merece profunda reflexão por todos osamigos e defensores do Planeta Terra, em todos os dias.

 

1 - A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente,cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão, é plenamenteresponsável aos olhos de todos.

2 - A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial devida de todo vegetal, animal ou ser humano. Sem ela não poderíamos concebercomo são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura.

3 - Os recursos naturais de transformação da água em água potávelsão lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipuladacom racionalidade, precaução e parcimônia.

4 - O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservaçãoda água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionandonormalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbriodepende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os cicloscomeçam.

5 - A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é,sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui umanecessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as geraçõespresentes e futuras.

6 - A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valoreconômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e quepode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

7 - A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada.De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimentopara que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração daqualidade das reservas atualmente disponíveis.

8 - A utilização da água implica em respeito à lei. Sua proteção constituiuma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Estaquestão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

9 - A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos desua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

10- O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e oconsenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra. Fonte: ONU(Organização das Nações Unidas)